Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Opinião.

por alho_politicamente_incorreto, em 23.03.13

A aritmética ao contrário

Por José Manuel Alho

Jorge Mario Bergoglio, de 76 anos, foi eleito, no passado dia 13, como sucessor de Bento XVI, e será o 266.ºPapa da Igreja Católica. O primeiro Sumo Pontífice latino-americano, que se chamará Francisco como o santo dos pobres, terá – afiançam os vaticanistas - um perfil ortodoxo na doutrina e flexível nas questões sociais.

Numa apreciação necessariamente precoce, creio estarmos perante uma eleição geopolítica que derrota, sem apelo nem agravo, os membros da Cúria. Ganharam os reformistas e com eles grande parte dos não europeus, com os americanos a confirmarem a liderança de um ímpeto há muito anunciado.

"Não vou sucumbir à tentação de esquadrinhar o imperscrutável. Como católico, não esperava tanto deste conclave. A escolha do primeiro papa não europeu em quase 1 300 anos - o último foi São Gregório III (731-741), que era sírio – é uma novidade extraordinária.

A escolha do 13º cardeal mais cotado na bolsa de apostas de Londres antes do fim do conclave é de tal modo surpreendente que os arautos das mais rebuscadas teorias da conspiração se apressaram a concluir que os Illuminati haviam dado o tão prometido tiro de misericórdia na Igreja Católica ao elegerem um papa oriundo da Ordem (dos Jesuítas) que originou os Cavaleiros Templários. Será que a profecia de São Malaquias, que o último pontífice seria um papa negro, se confirmou pelo facto dos jesuítas usarem vestes escuras? Como interpretar a coexistência de dois Papas vivos na Cúria Romana? Um branco que, apesar da renúncia, ainda sustenta o título de Papa Emérito, e outro preto, eventual ponto de partida da derradeira ruína do catolicismo...

Não vou sucumbir à tentação de esquadrinhar o imperscrutável. Como católico, não esperava tanto deste conclave. A escolha do primeiro papa não europeu em quase 1 300 anos - o último foi São Gregório III (731-741), que era sírio – é uma novidade extraordinária. Confrontada com a brutal perda de credibilidade, que se soma à crescente perda de influência e de fiéis por todo o mundo, a Igreja Católica tenta acertar o passo com a sua ancestral vocação evangelizadora, mais tolerante ao diálogo inter-religioso. Mas, acima de tudo, falo do que senti quando aquele vulto obviamente humano se revelou na varanda da basílica de S. Pedro. Senti estar perante um rosto acolhedor, humilde, fraterno e gerador de esperança.

Mesmo que se venha a tratar de um Papa de transição, deseja-se que ajude os povos a retomarem os caminhos da esperança. Daquela força que ajuda a renovar o mundo apesar de todas as tribulações que afligem o ser humano em pleno século XXI. Porque ter esperança é, cada vez mais, saber olhar as pessoas na sua melhor luz, anseia-se que o Papa Francisco seja um aliado no combate contra o medo e a ignorância, com a serena coragem de quem faz a aritmética ao contrário para colocar as pessoas no centro de toda a ação.

 

José Manuel Alho

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Google Tradutor


Repto


No meio da rua...


Alhadas passadas

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Links

Educação

Outros BLOGS

Recursos